domitilla

estranho os meus próprios sentimentos

como posso querer jogar todos os nossos planos fora, sem pensar duas vezes?

querer entrar em um ônibus e partir para o país mais próximo, conhecer pessoas novas e aventurar-me com estranhos

enquanto te deixo sozinho, a me esperar

não direi que não olharia para trás, pois sei que o faria.

sei que, em algum momento, me arrependeria dessa escolha.

sei que, se fosse mais velha e tivesse vivido mais coisas, gostaria de te ter como o meu destino

mas, para agora, sinto que o meu destino não devia já estar escrito nas estrelas. quero ter a capacidade de escrevê-lo eu mesma, ao invés de aceitar algo que foi me colocado.

eu te amo. eu sempre vou te amar. mas eu não sei o que fazer com essa vontade de te deixar.

--

--